sábado, 14 de dezembro de 2013

Perda



Hoje recebi uma noticia MUITO triste, que me deixou de queixo caído.
Um amigo, não muito próximo, mas ainda sim um amigo, morreu em um acidente de carro. Ele era uma pessoa extraordinariamente querida e que sabia o valor da vida, ele era muito especial. É tão deprimente falar/escrever a palavra ERA. É mais deprimente ainda só sentir o valor real de uma pessoa após sua morte e acumular arrependimentos. Aquela culpa por não ter cumprimentado a pessoa em um evento pela simples preguiça de levantar e ir até ela. Por não ter iniciado uma boa conversa, mesmo que pelo Facebook, trocado ideias, experiencias.
Perder algo, é relativo. Diariamente perdemos muitas coisas, desde a linha do raciocínio até objetos materiais, mas nada se compara com a falta que sentimos ao perder pessoas. Pode ser alguém muito próximo, alguém um pouco mais distante ou um simples conhecido. Ainda sim, de alguma forma nos surpreendemos e sofremos com a perda.
 Sou uma daquelas pessoas que acredita fielmente que Deus tem tudo planejado, que viemos para cumprir uma missão. Assim que soube da sua morte, percebi que ele tinha cumprido a sua.
Momentos como esse nos fazem valorizar a vida, ele tinha a minha idade. Ninguém está imune.
Não digo que devemos viver loucamente como se não houvesse amanhã, mas que devemos curtir a vida porque a vida é curta. Curtir enquanto construímos a nossa história. Viver o momento, porque ele passa.
De alguma forma, devemos encontrar uma maneira de superar perdas como essa, escrever esse post foi a minha. Sinto muito por não ter passado mais momentos com ele, ou por não ter dito a ele o quão bom ele era. Que Deus o tenha!!

Um comentário:

  1. Olá, sou novo no seu blogue e é um pouco triste chegar lendo o blogue com um post como esse, nem sei como expressar em palavras quando alguém próximo morre, não sou muito de ter amigos, porém só pelo fato de só ter parentes a dor da perda é maior. Quando alguém não muito próximo morre dá a sensação de culpa por não ter aproveitado diversos momentos com essa pessoa, como uma vazio....
    Abraços.

    ResponderExcluir