segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Ano Novo



As coisas tomam as proporções que você dá a elas. Porque deixamos pequenas palavras nos torturarem por noites a fio? Ou até mesmo, porque nos sentimos desvalorizados por um trabalho do qual temos orgulho?
Tudo mudou, em uma época de transição, conflitos de tornaram mais evidentes, pois todos estão no mesmo livro, mas não na mesma página. Decisões devem ser tomadas e o futuro nos aguarda na próxima esquina. Qual será nosso limite? Do que sou capaz? Bem, vamos descobrir! As oportunidades batem incessantemente a porta, mas elas, como qualquer outro visitante, gostam de ser bem recebidas.
O tempo se esvaiu. Se dissolveu em momentos e agora é nada mais nada menos do que uma mera lembrança. Me arrependo de coisas que fiz e de coisas que eu não fiz também. Pessoas as quais não compreendo e pessoas que eu gostaria de ter o prazer de encontrar novamente ficaram num passado bem recente. Não vou dizer que sinto falta pois a ansiedade e a animação do que ainda está por vir não me permitem senti-la. Tantas promessas não cumpridas e laços rompidos... Mas não me arrependo
A indignação ficou para trás a insatisfação também, inclusive os medos. Agora a coragem está a frente, destemida, quero fazer algo grande, algo bom, fazer efeito na vida das pessoas de forma positiva. Quero analisar meu passado e ver o quanto cresci, ver coisas boas, quero rir e por conseguinte agradecer a cada nova conquista.
A vida seguiu por um caminho muito bom e devo admitir que me sinto orgulhosa e principalmente feliz. 2014 foi um ano repleto de conquistas, decisões e principalmente: conhecimento. Conhecer os limites, pessoais e alheios. Reconhecer a mim, aprender a lidar com as situações que me foram apresentadas e posso dizer que me saí muito bem. Algumas coisas e até mesmo pessoas... não mudam. Mas é como o velho ditado " Se a vida der um limão... Faça uma limonada ".
2015 chegou, um ano de testes. Um ano de plantação. Renovando as energias, muita positividade e animação. Um ano abençoado. Enfim, que não nos falte amor, nem felicidade... o resto... a gente dá um jeitinho.
                                 FELIZ ANO NOVO

Um comentário: