segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Morrer de amor

http://41.media.tumblr.com/1ee8a51829dfd1f45e76b2191414d6ed/tumblr_n6t83lbhLm1sp8yv3o1_500.jpg




Certas coisas são fáceis, outras mais complicadas e até impossíveis de compreender, ou aceitar.
Mas o tempo, este é mestre. Capaz de atuações maravilhosas em nossa vida, uma hora  muda tudo.
Ainda dói se penso muito nisso, por isso escolhi deixar o amigo tempo me guiar. Já que hoje, sou muito grata ao poder dizer que penso diferente.
Não tenho raiva, nem ressentimento. Era pra ser assim, estava tudo nos planos. Não posso mentir e dizer que está tudo bem, porque de quando em quando volta a chover. Isso me incomoda, mas espero que a dor vire apenas lembrança.
Queimou e ardeu no momento em que descobri as suas escolhas . Mas agora que passou, notei uma sensação diferente, uma leveza em meu andar. Minha playlist de músicas mudou, a mágoa passou e agora... meu coração está livre, assim como o dele. Estar livre não significa estar disponível, significa que neste exato momento, sinto que minha felicidade não depende de mais ninguém além de mim.
Permitindo-me testar coisas novas, sair novamente, conhecer pessoas, fazer novos amigos e reencontrar os antigos.
Fico feliz ao dizer que morri de amor. Morrer de amor parece um martírio romântico, a morte preferida dos masoquistas. Uma ironia: morrer de amor, nos mostra que estamos vivos. Aprendi bastante durante esta nova jornada, tive claramente a percepção de como as coisas realmente eram.
Não me arrependo nem por um segundo. Posso não saber o que quero, mas tenho certeza do que não quero: ser infeliz.
Também não perdi a fé no amor, ainda acredito em romance e choro de felicidade ao ver filmes e torcer para que os protagonistas sejam felizes ainda depois do para sempre. Porque as vezes o "Para Sempre" não é eterno, mas o amor sim.
Afinal, o amor é o oceano e não a ilha. Ele não se limita a território, momentos ou épocas. O amor, em suas mais diversas definições e formas é capaz de milagres maravilhosos, ele não tem fim nem condições.
É o sentimento mais puro que o ser humano se permite sentir e não deve ser esquecido nunca.
E a melhor parte é se dar conta que morri de amor e estou mais viva que antes.

" É tão bom morrer de amor e continuar vivendo"
                              - Mario Quintana

Nenhum comentário:

Postar um comentário