sábado, 12 de março de 2016

Um dia


Faz seis meses.
Seis meses que enlouqueci.
Seis meses que perdi o controle.
Seis meses que perdi direção.
Seis meses que adoeci.
Também,  faz seis meses que descobri o quão forte eu posso ser.
Seis meses que me sinto bonita.
Seis meses fazendo e descobrindo coisas novas.
Seis meses empoderando outras mulheres, tão fortes quanto eu, que passaram pela mesma situação.
Entre tantas reflexões, tempo perdido... Percebi que não há mais arrependimentos.
Nunca houve.
Agora ele é apenas mais um nome em uma lista esquecida.
A vida, não vem com um manual em anexo, nem quer saber se você é capaz de lidar com as situações que ela oferece. Não tem como prever, nem se preparar. . . E essa é a melhor parte.
Estar disponível para novas aventuras, ser corajoso para encarar o que der e vier, sem nunca esquecer da sua trilha sonora favorita. Pois a música edifica, revigora e guia nossos pensamentos mais profundos.
Gosto de imaginar que a vida é como um jogo e as vezes se faz necessário certas "manhas" para passar de fase.  E que a felicidade, é a recompensa.
Eu não sei em qual nível estou atualmente, mas me sinto orgulhosa considerando minha atual posição.
Hoje me sinto além de grata, feliz. Trabalhando diariamente para a minha constante evolução, para encontrar o equilíbrio e manter a paz interior.
Virando esta página,
             Começando algo novo.